Supermercados paulistas abrem quase seis mil postos de trabalho em novembro

Ao todo foram criados 5.938 empregos líquidos, completando o quinto mês consecutivo de crescimento de vagas

Postado em: em Economia

Após um primeiro semestre com abertura de postos de trabalho abaixo do esperado, o setor supermercadista vem mantendo o bom desempenho e, pelo quarto mês consecutivo, registrou aumento no número de empregos. Em outubro, os supermercados paulistas criaram 5.938 vagas, conforme dados divulgados pelo CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) e analisados pela APAS – Associação Paulista de Supermercados. Este é o terceiro melhor novembro para a série desde 2011.

Este resultado é considerado bom e tradicional para o mês, já que novembro é sempre o pico das contratações. Dezembro é outro mês de crescimento de empregos no setor, mas, mesmo assim, a projeção feita pela APAS de encerrar o ano de 2018 com mais de 12 mil vagas criadas no setor é difícil de se concretizar.

“O ano de 2018 foi extremamente difícil, com cálculos na ordem de 500 milhões de reais perdidos pelo setor devido à greve dos caminhoneiros e à retomada lenta da economia. As 12 mil vagas previstas para o setor supermercadistas não serão atingidas e ficarão entre quatro e cinco mil contratações”, explicou o economista da APAS, Thiago Berka. Em 2017, foram criadas 8.592 vagas.

Fonte: APAS – Considera Mini, Super, Hiper, Atacado/Atacarejo e Hortifrutis/Sacolão.

Entre as subcategorias do varejo alimentar, supermercados e hipermercados têm a maior parte das contratações, com 4.855 vagas. Na sequência vêm atacados e atacarejos, com 534 vagas e minimercados e mercearias com 407.

“Em relação ao desempenho para novembro, os super e hipermercados tiveram o melhor novembro dos últimos oito anos, e os hortifrutis tiveram o melhor dos últimos nove anos. Por outro lado, os atacados e atacarejos, e minimercados e mercearias não apresentaram um novembro tão bom assim”, avaliou Berka.

Fonte: Caged

Fonte: Caged

Nota Metodológica:

A Pesquisa de Emprego dos Supermercados apura mensalmente o comportamento do emprego no setor supermercadista através de dados do CAGED (Cadastro Geral De Empregados E Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego. São coletados dados sobre a Admissão, Demissão, Saldo Mensal e Saldo Total de funcionários ligados a atividade supermercadista, e os indicadores apontam a evolução e o comportamento do setor ao longo do tempo.

Sobre a APAS – A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no Estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade tem 1.508 associados, que somam 3.363 lojas.

Sobre APAS Regional Ribeirão Preto: Em 2017, a região de Ribeirão Preto foi responsável por 5,9% do faturamento do setor supermercadista no estado, o que equivale a aproximadamente R$ 6,6 bilhões. Aqui, o setor emprega, aproximadamente, 31 mil colaboradores. Só na cidade de Ribeirão Preto o setor de supermercados faturou no ano passado R$ 1,9 bilhões, o que equivale a 29% da região e 1,7% do faturamento de todo o estado de São Paulo.

A APAS possui 10 regionais em todo o Estado e mais cinco escritórios distritais na capital paulista. A Regional Ribeirão Preto é composta por 78 cidades e possui 116 associados em toda sua área de cobertura. O empresário Rodrigo Canesin, do Supermercado Canesin, é o atual diretor regional da entidade.


Artigos Relacionados