Seu cachorro é antissocial? Saiba o que fazer para ajudá-lo com essa situação

Um cachorro antissocial pode ser reflexo de uma série de situações que ele pode ter enfrentado na vida

Postado em: em Cotidiano

​O comportamento antissocial é um dos fatores mais comuns entre animais que possuem um passado desequilibrado e cheio de situações difíceis.  

Afinal, a condição está muito ligada a medos, angústias, ansiedade e até mesmo algum tipo de agressividade canina.

Algumas pessoas acham que um cão é antissocial somente pela personalidade dele, mas isto não necessariamente é verdade. 

Um cachorro pode pertencer a uma raça “agressiva” e ser extremamente dócil e, ao mesmo tempo, um cão de raça “dócil” pode ser arisco. 

Por isso, é importantíssimo considerar alguns aspectos para que o animal tenha qualidade de vida e, claro, não seja estressado.

Características​

Pode-se considerar antissocial aquele cachorro que não gosta de outros animais ou visitas. 

Alguns cachorros realmente odeiam a presença de pessoas estranhas no ambiente e tampouco gostam de outros animais por perto.

Tudo isto é muito complexo de se explicar em uma simples “receita”. Afinal, há inúmeras motivações para que um cachorro antissocial leve a situação ao pé da letra. 

E por isso, antes mesmo de querer resolver o problema, você precisa tentar entender o que motivou aquilo tudo.

Nestes casos, contar com ajuda profissional é a primeira dica. Busque adestradores e veterinários para compreender o histórico mental, social e familiar do cachorro. 

Quanto mais você souber dele, melhor para saber lidar com o animal no médio e longo prazo.

Motivos para um cão ser antissocial​

Um cachorro antissocial pode ser reflexo de uma série de situações que ele pode ter enfrentado na vida. 

Principalmente quando ainda filhote. Há muitas características que podem fazer ele se tornar agressivo com visitas ou outros cães e, antes de simplesmente forçar a situação para que ele “se acostume”, você precisa tentar entender estas motivações.

Veja algumas:

  • Estresse com alguma situação;
  • Traumas carregados do passado;
  • Falta de treinamento e adestramento adequado

​Estresse com alguma situação​

O primeiro aspecto que faz um cachorro ser ou não antissocial, é o estresse vivido em algum momento da vida. 

Animais que possuem um histórico de conflitos com outros animais e até outras pessoas, certamente terão um comportamento muito mais negativo quando precisam partilhar espaço com visitas ou outros cães.

Um cachorro estressado pode ser reflexo de uma série de situações. Até mesmo aquelas que você jamais pensaria que poderia ser a motivação. 

Como por exemplo, alimentação desequilibrada ou falta de brincadeiras no dia a dia. A carência por atenção, na maioria das vezes, pode refletir em atitudes negativas.

Traumas carregados do passado​

Se o seu cachorro passou por algum trauma no passado e este trauma não foi corrigido ou superado, saiba que ele pode refletir isso em comportamentos antissociais. 

Afinal, conforme dito anteriormente, um cachorro antissocial pode ser reflexo de situações do passado. Por isso, você tem que tentar entender e lembrar destas situações para tratar adequadamente.

O mais importante disso tudo não é encontrar a fórmula mágica para seu cachorro aceitar visitas na sua casa. Mas sim, aceitar o comportamento do cachorro para poder tratar ele de forma racional e não meramente emocional. 

Toda vez que você força a socialização, o cachorro pode ficar ainda mais agressivo e problemático.

​Falta de treinamento e adestramento adequado​

E o terceiro aspecto que pode estar fazendo com que seu cachorro seja antissocial, é a questão da falta de treinamento ou adestramento. 

Isto é, sem dúvida nenhuma, um fator crucial. Um bom adestramento canino com técnicas de reforço positivo, por exemplo, pode ser o divisor de águas entre um comportamento adequado e um comportamento desequilibrado e inadequado.

Adestrar é cuidar e, principalmente, proteger. Por isso, se você perceber que seu cachorro não gosta de receber visitas ou mesmo não suporta a presença de outros cães, não hesite em procurar um profissional para ajudar no processo, ok?

O que fazer quando o cachorro é antissocial?

Até aqui, já entendemos o que pode fazer com que um cachorro antissocial haja desta maneira. 

Mas, o que fazer em caso do seu animal não conseguir receber visitas ou não suportar a presença (mesmo que de longe) de outros cães? 

Veja algumas dicas práticas que podem fazer toda a diferença. Veja:

  • Entender o animal é o primeiro critério;
  • Não hesite em treinar e adestrar seu cão;
  • Socialize desde filhote;
  • Jamais force situações no animal;

Entendendo o animal​

O primeiro passo que você precisa dar em direção ao tratamento, é entender o seu cachorro. 

Isso mesmo! Você precisa entender o comportamento e a personalidade dele para que com estas informações, você possa oferecer um tratamento adequado e, assim, fazer com que ele possa socializar da maneira certa e no tempo dele.

Jamais force ou espere que seu cachorro queria socializar do dia para a noite. Quanto mais paciência você der para o processo, menos doloroso será para você e, claro, para seu cão.

Não hesite em treinar e adestrar seu cão​

Conforme mencionamos anteriormente, treinar e adestrar seu cachorro é fundamental. 

Um bom adestramento canino pode fazer com que o pet tenha muito mais qualidade de vida e saúde mental. 

Por mais que possa parecer difícil, saiba que adestrar é um processo. Ou seja, com o tempo, seu animal vai se acostumando e o comportamento vai sendo moldado.

Um cão que não gosta de socializar, ainda não teve os estímulos suficientes para entender que não há o que temer com aquela situação.

Socialize desde filhote​

A importância do adestramento e da socialização canina desde filhote é, sem dúvida, um fator decisivo. 

Quanto mais cedo você optar por oferecer qualidade de vida para seu pet, mais fácil e rápido ele vai se adaptar ao estilo de vida que você tanto quer. 

Um cão filhote ainda não tem manias e, claro, isto é fundamental para que ele entenda o que pode e o que não pode.

Jamais force situações no animal​

E por fim, jamais force situações. Se você tem um cachorro antissocial, saiba que ele é assim por um motivo. 

E forçar a barra nunca é uma boa ideia. Pelo contrário. Isto só vai piorar a situação e o animal ficará cada vez mais com medo ou com raiva. E assim, pode ser um processo muito mais doloroso para tratar corretamente depois.


Artigos Relacionados