Segue o impasse sobre aumento salarial para os servidores da Prefeitura

Para o sindicato, proposta de Gilson "é tão vergonhosa que não merece sequer ser considerada"

Postado em: em Política

Segue o impasse sobre o reajuste do funcionalismo público municipal. Na terça-feira, foi rejeitada por unanimidade a proposta do prefeito Gilson de Souza (DEM), que ofereceu 1,81% de aumento no salário dos servidores, R$ 5 de aumento no abono escolar e R$ 6 no vale alimentação. 

"É uma proposta tão vergonhosa que não merece sequer ser considerada", considerou o Sindicato dos Servidores Municipais de Franca. Na assembléia realizada na terça, cerca de 300 servidores estiveram presentes e votaram contra a oferta de Gilson.

"Obviamente, a proposta absurda que o prefeito direcionou aos colaboradores foi rejeitada com unanimidade e os mesmos optaram por continuar as negociações.
Será encaminhada uma nova proposta, que será protocolada para apresentar em outra reunião de negociação trazendo à tona uma nova pauta neste ano", diz o sindicato.

Segundo a entidade, o que os servidores pedem não é nada absurdo: reposição da inflação, que é a oferta do prefeito, 8% de aumento real, R$ 600 no vale alimentação, R$ 350,00 de abono escolar e algumas clausulas sociais solicitadas. O prefeito deve rever e avaliar todas as pautas antes de apresentar uma nova oferta.


Artigos Relacionados