Saiba porque a lavagem nasal é tão importante para a saúde do seu filho

Doenças respiratórias são muito mais frequentes no outono e no inverno, principalmente na vida das crianças

Postado em: em Mais+

​A gente costuma pensar que os primeiros sinais de tempo seco se manifestam na nossa pele, mas quem sofre antes é o nariz.

E as doenças respiratórias são muito mais frequentes no outono e no inverno, principalmente na vida das crianças. 

A mudança de temperatura e o tempo mais seco podem favorecer as infecções. Por isso, é importante manter as vias respiratórias limpas e hidratadas como forma de prevenção e alívio de doenças.

Cuide do seu nariz

O nariz filtra as partículas poluentes e agentes externos, impedindo que entrem em contato com a parte interna do sistema respiratório. 

Nesta época do ano, as pessoas costumam ficar mais tempo em locais fechados com pouca circulação de ar, principalmente em escolas e creches. 

Como são muitas crianças respirando no mesmo ambiente, é comum que existam mais vírus e bactérias no local.

A limpeza nasal diária possibilita a desobstrução e hidratação dessas vias respiratórias. 

Se não é feita, a secreção fica parada nas narinas e isso facilita a permanência e disseminação de vírus e bactérias, que podem ocasionar doenças respiratórias. 

A higienização é ainda mais importante para bebês e crianças, que não sabem assoar o nariz direito e sentem um incômodo muito grande com as vias nasais entupidas.

Como fazer a limpeza nasal​

A limpeza das vias respiratórias traz (muitos) benefícios para as crianças, mas provavelmente você deve ter tido dificuldade quando tentou aplicar o soro fisiológico no nariz do seu filho. 

Não é fácil mesmo! É normal sentir um pouco de medo e aflição nas primeiras vezes que você fizer a limpeza nasal com seu filho, principalmente se ele for bebê. Mas basta seguir alguns cuidados para que esse hábito dê certo e entre de vez na rotina da sua família.

O jeito ideal de fazer a higienização é o que funciona melhor para o seu filho. Uma das formas mais conhecidas é injetar soro fisiológico com uma seringa em uma das narinas da criança.

A aplicação também pode ser direto com o bico do soro. Só é preciso tomar mais cuidado nestas práticas. 

O melhor é colocar a criança em uma posição confortável e inclinar a cabeça para trás aproximando o conteúdo nas vias respiratórias, mas sem colocá-lo dentro do nariz para não machucar. 

Além disso, é preciso usar seringa descartável por três dias e depois trocar, porque pode ficar infectada com vírus e bactérias. Também há risco do próprio soro fisiológico ficar contaminado e, mesmo na geladeira, durar pouco.

Por isso, outra forma mais fácil e segura de limpar o nariz das crianças são os sprays nasais: eles são mais funcionais e pensados especialmente para a limpeza nasal. 

Com supervisão e orientação, uma criança mais velha pode usar até sozinha. Para fazer essa limpeza, a criança não precisa estar deitada. É necessário apenas inclinar um pouco a mão na hora de inserir o soro ou o spray.

*Pais e Filhos


Artigos Relacionados