Reservatórios das hidrelétricas mineiras aumentaram em 2018

Nível está bem acima do registrado em 2017 nas represas do Rio Grande

Postado em: em Tempo

De acordo com a Cemig, o nível do reservatório da usina hidrelétrica de Nova Ponte quase dobrou em 2018, em comparação com 2017(foto: Cemig/Divulgação)
D
Com as chuvas dos últimos meses, de acordo com a Cemig, os reservatórios das usinas hidrelétricas de Três Marias, na região central de Minas Gerais, e de Nova Ponte, no Triângulo Mineiro, atingiram o volume máximo deste ano na última quarta, dia 26 de dezembro.

Outras usinas da Cemig, como Emborcação, Queimado, Irapé e Camargos, também apresentam volumes superiores aos registrados na mesma data do ano passado.


O destaque, de acordo com a empresa, citada pela Agência Minas, é a usina hidrelétrica de Três Marias, que não alcançava o percentual de 49,24% do volume útil há mais de cinco anos, desde junho de 2013. Sua operação é fundamental para a regulação do rio São Francisco, no trecho entre a barragem e a usina de Sobradinho, na Bahia.

Vale lembrar que Três Marias serviu de marco para a engenharia brasileira porque sua construção, nos anos 1960, permitiu ao país adquirir conhecimento para a feitura de grandes barragens de geração elétrica, como Itaipu, contruída de 1975 a 1982. 

A concessão da usina mineira se encerrou em 2015 e foi renovada por mais 30 anos, junto com outras 17 hidrelétricas leiloadas pelo governo federal. Entre as concessões renovadas pela Cemig estão Três Marias, Itutinga e Salto Grande.

( * com informações da Agência Minas)


Artigos Relacionados