Profissionais de Franca são convocados para rastrear soluções para a covid-19

“Hackathon For Life”, maratona vai ter início nesta segunda-feira, 30; Inscrições estão abertas

Postado em: em Tecnologia

Jean Dunkl, empresário, gestor da IMPERA (Foto: Reprodução)

A IMPERA (Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Franca) e um grupo de voluntários de Franca lançaram neste sábado, 28, o “Hackathon For Life”, uma maratona que vai reunir empresas de tecnologia, desenvolvedores, designers e especialistas das áreas de políticas públicas e da saúde, para criar soluções frente aos obstáculos enfrentados pelo sistema de saúde com a pandemia do novo coronavírus (COVID-19).

Inicialmente, a iniciativa conta com o apoio de entidades como Unimed Franca, Santa Casa de Franca, Uni-FACEF, Prefeitura Municipal de Franca e empresas privadas.

O evento será totalmente on-line e, com a ajuda de mentores, os participantes terão dois temas para solucionar durante uma semana: das 8h desta segunda-feira, 30 de março, até às 23h59 do dia 05/04. As inscrições devem ser feitas no site: https://linktr.ee/hack.for.life.

O Hackathon, muito familiar entre profissionais de tecnologia e startups, é um evento presencial que reúne hackers por horas, dias ou até semanas, a fim de desvendar códigos e sistemas, discutir ideias e desenvolver projetos de software com soluções inovadoras para algum problema específico.

“Nestes eventos, os participantes concorrem a prêmios, mas, neste caso, o prêmio será sua contribuição, como cidadão brasileiro, com uma solução inteligente para ajudar o sistema de saúde a salvar vidas. Por conta do isolamento social, muitos profissionais competentes de tecnologia estão disponíveis e, muito provavelmente, dispostos a ajudar a superar este momento”, diz Alexandre Benedetti, empresário, gestor da IMPERA e um dos organizadores do “Hackathon For Life”.

A maratona propõe dois temas para o desafio: soluções para o rastreamento populacional e do contágio, como forma de garantir uma circulação segura das pessoas e achatar a curva de pacientes que demandam de cuidados médicos; e sistemas de informação como ferramenta de gestão de leitos dos hospitais de campanha, criados para atender pacientes diagnosticados com o novo coronavírus (COVID-19).

“A ideia é unir forças, somar os conhecimentos e competências de todos do ecossistema em um momento de extrema importância. Como empreendedores que somos e, aliados à tecnologia, temos obrigação de sermos protagonistas das mudanças começando pela nossa cidade, em prol também do Estado, do País e do mundo”, afirma Jean Dunkl, empresário, gestor da IMPERA e um dos organizadores.

A expectativa dos organizadores é de reunir 200 participantes e mentores/especialistas, não só das regiões polo de TI como Franca, Ribeirão Preto e São Carlos, mas de todo o País.
 
A maratona
No ato da inscrição, cada profissional deve escolher um tema (dor) que pretende solucionar. 

O próximo passo é a organização de grupos, sendo que cada um deverá ser composto por, no mínimo, 4 participantes e, no máximo, 10.

A equipe poderá desenvolver uma das duas soluções propostas ou uma nova solução de sua escolha, referente ao tema pré-estabelecido.

Todos os participantes contarão com a ajuda e suporte de mentores, que são profissionais das áreas de Saúde, Tecnologia e Organização. As inscrições para a mentoria também estão abertas.

Além de ser por webinar, outro diferencial do “Hackathon For Life” em relação ao formato tradicional do Hackathon, é que este evento estará aberto para receber novos participantes a qualquer momento, durante os sete dias de realização. 

Eles serão direcionados pela organização para grupos que explorem melhor suas habilidades.

Com a solução desenvolvida, os organizadores vão disponibilizar o programa às autoridades públicas, com todo apoio no uso da ferramenta.
 
SERVIÇO
Hackathon For Life
Inscrições: a partir deste sábado (28/03) -  https://linktr.ee/hack.for.life
Desafio: das 8h do dia 30/03 até às 23h59 do dia 05/04
Informações: (16) 99974-5209 / [email protected]


Artigos Relacionados