Prefeitura republica edital no Diário Oficial para compra do "cafezinho" e chá

Propostas deverão ser entregues na Comissão Permanente de Licitações até o próximo dia 25

Postado em: em Política

Menos de uma semana depois de cancelar o pregão presencial para a compra de café, açúcar e chás, sem explicar os motivos, a Prefeitura de Franca publicou novo edital nesta terça-feira para realizar a compra dos produtos alimentares.

As propostas deverão ser entregues na Comissão Permanente de Licitações até o próximo dia 25O edital já havia sido publicado, mas acabou suspenso pela pregoeira e presidente da Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura, Fernanda Cristina Zuviollo. 

Na publicação, não havia motivos explicitados para a suspensão e muitos rumores foram levantados. Entre eles, chegou-se a cogitar que a suspensão na compra de chás e café poderia ser medida de economia. 

A Prefeitura não tem dinheiro para qualquer tipo de excesso e quem afirma isso são os próprios servidores que trabalham diretamente com o prefeito Gilson de Souza (DEM).

É simples verificar que as finanças estão combalidas. No ano passado, a administração fechou em déficit, segundo os dados da Secretaria de Finanças. 

Além disso, não há uma grande obra sequer em andamento desde que Gilson assumiu a Prefeitura.

As UBSs que já existiam, continuam, assim como os prontos-socorros, UPAs e outras unidades da administração municipal. 

Cinco creches estão com as obras paradas e muitas ruas precisam de pavimentação - mas o que se tem visto são somente operações tapa-buracos.

Soma-se a todos este cenário o fato de que Gilson não teve dinheiro em caixa para realizar a maioria de suas promessas de campanha, como um hospital municipal, os hospitais da mulher e dos animais e diversos outros compromissos assumidos por ele no processo eleitoral.


Artigos Relacionados