'Porcalhões': Prefeitura de Franca intensifica trabalho de limpeza de áreas urbanas

A Prefeitura de Franca está com uma verdadeira ‘força tarefa’ nas ruas da cidade e margens de rodovias

Postado em: em Serviços

O trabalho de limpeza urbana é rotina em Franca e vem sendo feito com maior afinco, por conta das práticas de ‘porcalhões’ atirando lixo indevidamente em margens de avenidas e terrenos vagos.

A Prefeitura de Franca está com uma verdadeira ‘força tarefa’ coordenada pela Secretaria de Serviços e Meio Ambiente. 

O intuito vem de encontro com os propósitos do programa ‘Cidade Limpa’, porém é preciso que haja mais conscientização e respeito ao meio ambiente e colaboração, resume o secretário Sérgio Dorigan.

Junto com a remoção dessa sujeira que envolve sacos de lixo, que deveriam ser deixados em caçambas (onde elas existem para esse fim) ou então de frente à casa da pessoa que produziu, estão sendo feitas manutenções nos equipamentos públicos. 

Podas de árvores, varrição e o recolhimento do lixo gerado.  O lixo produzido nas moradias devem ser deixados nas calçadas que os caminhões recolhem diariamente em horários de conhecimento de cada região.

Ao que tudo indica, a maior falta de zelo com o bem público envolve pessoas residentes em chácaras ou áreas fora da cidade, que mesmo tendo caçambas nos bairros, preferem atirar os resíduos nas margens das rodovias.  

Na última quinta-feira (30) uma força tarefa fazia a limpeza nas margens da Av. Presidente Vargas, próximo ao Jardim do Éden. O lixo deixado atrai animais, cachorros que espalham e causam a pior das impressões.

Guarda Civil atuante

 A Guarda Civil recebeu da Secretaria de Serviços e Meio Ambiente, um mapa delimitando aqueles locais mais críticos e que habitualmente são os preferidos dos infratores. 

Com base nesse diagnóstico algumas estratégias estão sendo montadas no sentido de flagrar e autuar os responsáveis por essas práticas.

Uma outra alternativa é o exercício da cidadania, onde através das denúncias, preferencialmente com indícios (filmagem ou números de placas de veículos), que devem ser enviadas através dos tels. 3724-1033 ou 153, não é preciso se identificar. 

Todas as pessoas, observando algum comportamento dessa natureza deve ajudar avisando nesses locais sugeridos.


Artigos Relacionados