Região: Polícia Rodoviária passa a usar câmeras para fiscalizar motoristas

Condutores podem ser multados se forem pegos cometendo infrações por imagens capturadas por monitoramento

Postado em: em Cidades

A Polícia Militar Rodoviária utiliza as imagens das câmeras de segurança da concessionária Arteris ViaPaulista para monitorar e autuar os motoristas que cometem infrações nas rodovias da região de Ribeirão Preto.

Ultrapassar o condutor pelo lado direito é uma das medidas que foi anunciada durante a apresentação de dados comparativos em coletiva de imprensa na última segunda-feira, 13 de janeiro.

Segundo o capitão da Polícia Militar Rodoviária Túlio Cezar Vancim, as câmeras de monitoramento das rodovias vão contribuir para evitar acidentes, flagrar motoristas desrespeitando as leis de trânsito e multar, na hora, o condutor imprudente.

“Principalmente, as autuações que envolvem motocicletas, distâncias de veículos estão sendo captadas e os condutores imprudentes estão sendo autuados. Nosso policial que está na base operacional consegue visualizar o momento da imprudência e realizar a autuação”, afirma.

O diretor de operação da Arteris ViaPaulista, André Bianchi, diz que durante a fiscalização será possível também abordar pessoas suspeitas de praticarem crimes.

“O policial se comunica com nosso centro de operação, então, se viu alguma coisa suspeita, ele pode pedir para que a câmera gire e dê um foco em um determinado veículo, para que ele possa descolar uma viatura e fazer a abordagem”, comenta.

Bianchi aponta que o foco principal da ação com o policiamento rodoviário é diminuir os números de acidentes e ajudar a equipe nas ações investigativas.

“Agora, ganhamos mais musculatura com essa parceria para fortalecer ainda mais e melhorar a segurança dos nossos usuários”, afirma.

Condutores autuados

De acordo com dados da Polícia Rodoviária, nos últimos quatro anos, ao todo, 400 mil condutores foram autuados nas rodovias da região de Ribeirão Preto e Franca. O excesso de velocidade é a principal causa das multas.

Em 2019, ao todo, 3.600 mil motoristas foram pegos ultrapassando em lugares proibidos e, pelo menos, 4.229 mil estavam dirigindo embriagados. Já os motociclistas receberam 8.644 mil multas, segundo balanço da Polícia Rodoviária.

“Essas infrações acabam gerando mais acidentes. Apesar da nossa incisiva autuação através de outros órgãos e parcerias tentando trabalhar para uma redução de acidentes, percebemos que dependemos ainda da mudança de comportamento do condutor”, completa o capitão Vancim.



Artigos Relacionados