Penitenciária de Franca está com 1680 presos, o dobro de sua capacidade

Os dados foram levantados pelo vereador Pastor Otávio Pinheiro (PTB), que visitou a penitenciária

Postado em: em Cotidiano

A Penitenciária de Franca abriga, atualmente, 1680 presos, de acordo com a administração da unidade, que é ligada à SAP (Secretaria de Administração Penitenciaria) do Estado de São Paulo. O número representa um excesso de 833 homens, já que a capacidade indicada é de 1250 detentos.

O número cresceu bastante em relação a junho, quando matéria do Jornal da Franca relatava que estavam presos na unidade 1520 detentos. Nesses cinco meses, o número foi incrementado em mais 160 homens.

Os dados foram levantados pelo vereador Pastor Otávio Pinheiro (PTB), que visitou a penitenciária no início desta semana. Ele afirma que a superlotação é um problema recorrente em CDPs e penitenciárias do Estado e o que ameniza a situação é o fato de a maioria dos detentos serem moradores em Franca e cidades da região, o que minimiza o risco, por exemplo, de rebeliões.

“Em torno de 80% dos detentos, 1250 deles, são francanos ou moram em Franca. Como estão presos aqui, há a proximidade com os familiares e isso ajuda a controlar a situação. Mas não tira a responsabilidade do Estado de pensar soluções para o problema”, afirmou o vereador.

Com a transformação da unidade, de Centro de Detenção Provisória para penitenciária, outra medida tomada pela administração foi a de separar os presos já condenados dos que aguardam sentença.

“É uma questão de segurança. Dos oito pavilhões, quatro estão recebendo os presos condenados, que é função de penitenciária, e outros quatro abrigam aqueles que aguardam julgamento. A organização da diretoria é importante para manter a ordem da prisão”, concluiu o vereador.


Artigos Relacionados