NF Paulista: bilhetes para sorteio de janeiro podem ser consultados na web

Participam do sorteio os 9.146.621 consumidores cadastrados que efetuaram compras em setembro

Postado em: em Economia

Os usuários cadastrados na Nota Fiscal Paulista já podem consultar no site portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/nfp/ os bilhetes com que irão concorrer ao sorteio do mês de janeiro. A 122ª extração do programa distribuirá R$ 6,7 milhões em 655 prêmios, no próximo dia 24 (quinta-feira).

Participam do sorteio os 9.146.621 consumidores cadastrados que efetuaram compras no mês de setembro e solicitaram notas fiscais com CPF e 4.533 condomínios que indicaram seus CNPJs nos cupons fiscais. No total, foram gerados 81.966.983 bilhetes eletrônicos que concorrerão aos 600 prêmios no valor total de R$ 5,7 milhões.

Número de prêmiosValor do prêmioTotal dos prêmios
1R$ 1.000.000,00R$ 1.000.000,00
4R$ 500.000,00R$ 2.000.000,00
10R$ 100.000,00R$ 1.000.000,00
15R$ 50.000,00R$ 750.000,00
20R$ 10.000,00R$ 200.000,00
50R$ 5.000,00R$ 250.000,00
500R$ 1.000,00R$ 500.000,00
Número de bilhetes sorteadosTotal da premiação distribuída
600R$ 5.700.000,00

As 2.677 entidades sem fins lucrativos que receberam doações de notas fiscais de compras realizadas em setembro participam do sorteio exclusivo deste mês com 8.536.211 bilhetes eletrônicos. As instituições concorrem a 55 prêmios que somam R$ 1 milhão.

Número de prêmiosValor do prêmioTotal dos prêmios
5R$ 100.000,00R$ 500.000,00
50R$ 10.000,00R$ 500.000,00
Número de bilhetes sorteadosTotal da premiação distribuída
55R$ 1.000.000,00

Para participar dos sorteios, o consumidor que pede a Nota Fiscal Paulista deve se cadastrar no site do programa  (portal.fazenda.sp.gov.br/servicos/nfp/) e aderir ao regulamento. As adesões até o dia 25 de cada mês permitem a participação já no mês seguinte.

Uma vez feito o processo, não é preciso repeti-lo – a inclusão nos sorteios seguintes é automática. Cada R$ 100 em compras dá direito a um bilhete eletrônico para concorrer.

Sobre o programa Nota Fiscal Paulista

A Nota Fiscal Paulista, criada em outubro de 2007, integra o Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do governo do Estado de São Paulo e reduz, de fato, a carga tributária individual dos cidadãos, que recebem créditos ao efetuar compras de mercadorias em São Paulo.

O sistema distribui até 30% do ICMS efetivamente recolhido pelos estabelecimentos comerciais aos consumidores que solicitam o documento fiscal e informam CPF ou CNPJ, proporcional ao valor da nota.

A devolução é feita em créditos que podem ser acompanhados pela internet e utilizados para pagamento do IPVA ou resgatados em dinheiro. O consumidor também pode solicitar o documento fiscal sem a indicação do CPF/CNPJ e doá-lo a uma entidade de assistência social ou de saúde cadastradas no programa Nota Fiscal Paulista, se assim desejar. Essa é uma decisão pessoal e exclusiva do consumidor.


Artigos Relacionados