Ministério Público SP abre concurso de Analista Jurídico com 30 vagas

Edital do concurso contará com oportunidades para Analista, que requer nível superior em Direito

Postado em: em Trabalho

​Vem aí o concurso público do Ministério Público do Estado de São Paulo (Concurso MP SP 2018).

Em publicação no Diário Oficial do Estado foi autorizado o edital de concurso público para o cargo de Analista Jurídico

De acordo com o documento, serão oferecidas nada menos que 30 vagas. Para concorrer, o candidato deverá ter ensino superior completo na área do Direito.

concurso MP/SP para Analista Jurídico é aguardado desde quando o procurador-geral de Justiça do Estado, Gianpaolo Poggio Smanio, formalizou a comissão que será responsável pela elaboração do certame. 

O grupo de trabalho é composto pelos promotores Marcio Francisco Escudeiro leite e Denis Fábio Marsola, além da assessora Vivian Seabra e pela oficial de promotoria Layla Juliana Camillo Ribeiro de Carvalho.

Analista Jurídico incumbirá prestar auxílio técnico-jurídico às atividades processuais e extraprocessuais do Ministério Público e, notadamente: elaborar: minutas de peças processuais, pareceres e outras manifestações próprias da função de execução, além de análises, estudos, exames, pesquisas, relatórios e trabalhos de natureza jurídica atinentes a feitos judiciais ou procedimentos administrativos de alçada do Ministério Público; auxiliar: na realização de audiências, reuniões e sessões, referentes à execução de atividades processuais ou extraprocessuais do Membro do Ministério Público; acompanhar: o andamento de processos judiciais, inquéritos policiais ou civis ou procedimentos administrativos, sob a presidência do Ministério Público, prestando informações ao membro do Ministério Público; . realizar: diligências determinadas pelo Membro do Ministério Público; e manter: registro e controle das atividades desenvolvidas, apresentando os consequentes relatórios, entre outras.

O salário inicial do cargo é de R$ 7.697,23, por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Mais vagas poderão ser abertas

Ainda de acordo com o Procurador-Geral, além das vagas autorizadas, outras poderão ser preenchidas durante a validade do concurso, já que foi sancionado no ano passado pelo governador do estado, Geraldo Alckmin, o projeto de Lei nº 786/16, que cria nada menos que 546 vagas no órgão. As oportunidades aprovadas foram para o cargo de Analista.

O projeto visa preencher as vagas de forma escalonada até o ano que vem, sendo 273 vagas ainda em 2017 e 273 no ano de 2018. Ainda não foi confirmado se a oferta de vagas será exclusivamente para o concurso ou se se servirá para contratações de remanescentes do último certame, publicado em 2015.


Artigos Relacionados