MINHA HISTÓRIA COM RELAÇÃO À MÚSICA FASE 06 Escolas Estaduais / OSESP/ MAIS FLAUTAS

Postado em:

O tempo vai passando e vamos nos esquecendo dos inúmeros projetos e momentos vividos nas escolas. Mas alguns ficam tão marcantes que não tem como apagar da memória. Hoje, por exemplo, recebi um rapaz para fazer uma entrevista sobre aula de piano e conversando descobrimos que ele foi um dos meus alunos de flauta doce de uma das escolas onde desenvolvi este projeto fantástico, chegando a ter 6.000 flautistas no ano de 2006 tocando pela cidade.

Neste período, chegamos a levar os alunos para conhecerem a Sala São Paulo e assistirem a concertos, resultado dos cursos que ministravam para professores na OSESP . Nós, professores, aplicávamos o projeto em sala de aula e depois tínhamos o direito de levar os alunos para assistirem a um concerto didático na Sala São Paulo. Foi maravilhoso!

Em 2003 e 2006 fui para Alemanha fazer curso de Pedagogia do Piano, nas férias de Julho. Montei uma página onde me comunicava com os alunos , enviava fotos, contava histórias e eles se entusiasmaram bastante. Em 2006 a Copa do Mundo foi na Alemanha e eu trouxe alguns brindes para sortear entre os 600 alunos que eu tinha. Adoravam as histórias e a cultura passada para eles.

Minha mãe faleceu em 2006. Rompeu-se uma etapa de minha vida e começava outra.

No ano seguinte, realizamos uma homenagem à filha viva do patrono da escola Mário D´Elia. Realizamos uma peça de teatro com 450 atores. Como Mário era descendente de italianos, pesquisamos as famílias de italianos na cidade de Franca e cada uma delas enviou um representante para contar a história da imigração daquela família. Foram feitas paródias de músicas italianas, contando a história de cada família, gravamos em estúdio e depois fomos apresentar a peça de teatro De Da Vinci a D´Elia no Teatro Municipal de Franca, coincidentemente no dia de meu aniversário de 50 anos. Meu filho era também ator, prestou-me uma homenagem e estes momentos ficam para sempre. Como fazia 14 horas que eu estava dentro do Teatro, fui para casa tomar um banho e perdi a homenagem que pude assistir depois em vídeo. Emocionante!

Nesta peça tinha um ‘ Nono’ que contava as histórias das famílias italianas que chegavam a Franca e cada classe de alunos encenava a vida deles e cantava a paródia contando suas histórias.

Nos anos seguintes foram festivais de jingles, dança, muita música na escola constatando que as faltas dos alunos diminuíam nos dias que tinham aula de Artes.

Comprei um piano digital para levar para a escola e montar um coral, mas não foi autorizado pela direção que eu deixasse o piano lá e tão pouco que realizasse o coral. Frustrante.

Em 2009, nas férias de Julho, fui novamente para Alemanha frequentar o Masterclass de pianoe desta vez levei comigo meu filho de 16 anos, que foi para ser ouvinte das aulas de violino. Uma experiência incrível. Excelente companheiro de viagem, aproveitamos tudo o que podíamos.

Na volta, comprei um piano de armário, proveniente de uma herança que minha mãe tinha repartido. E retomei as aulas particulares de piano intensamente.

Na escola estadual, as aulas de Arte eram barradas pela direção da escola onde eu trabalhava quando tentávamos ensaiar no pátio da escola. Tudo foi ficando extremamente difícil e resolvi pedir aposentadoria porque estava ficando doente dentro do sistema escolar castrador. Aposentadoria proporcional perdendo todos os direitos e benefícios de ganhos. E em 2010 me aposentei, apresentando um quadro de hipotireoidismo que vinha se manifestando há algum tempo. Iniciei tratamento.

Terminado o inventário de minha mãe, pude comprar meu piano de cauda em 2010.

Em 2011 fui para Suiça, a convite de um professor russo que ministraria um Masterclasse de piano juntamente com outros professores renomados.

Aconteceu um fato interessante: meus dois filhos foram me levar de carro em Ribeirão Preto para pegar o avião. O filho mais novo estava passando mal do estômago, fiquei preocupada mas ele disse que estava melhorando. Quando cheguei naSuiça tive uma visão meio sonolenta, tirando um cochilo o vi entubado numa mesa de cirurgia . Tentei ligar, mas a internet ainda não tinha sido liberada nos apartamentos, era final de semana e tive que esperar até 2ª feira, muito ansiosa e preocupada com ele. Quando consegui falar com ele via Skype, o achei abatido , perguntava o que tinha acontecido mas ele não contou. Disse que estava só cansado. Quando voltei, fiquei sabendo que ele tinha sido operado de apêndice naquele dia que eu tinha tido a visão. Não me contaram porque sabiam que eu imediatamente pegaria o avião de volta, sendo que a viagem estava programada para 15 dias na Suiça e 30 dias na Alemanha, com possibilidade de mais 30 e ainda um estágio numa biblioteca que poderia se prolongar por 6 meses. Mas no meio do caminho, quando estava fazendo curso de Alemão em Bayreuth , tive cólica de rim, a pressão subiu muito e tive que voltar.

Tratamento após tratamento de rins, fui buscando a medicina Natural e consegui contornar, depois de ter passado por 3 procedimentos para retirada das pedras nos rins.

Estas dores intensas me fizeram pesquisar sobre Medicina Alternativa, Alimentação natural, acupuntura, homeopatia, reiki, meditação, etc . Comecei a estudar avidamente para ter uma vida saudável. E tudo foi melhorando.

Chegamos em 2019, final do ano, quando estou fazendo este relato. Este ano apresentei 3 alunos num recital, pela primeira vez cada um visto individualmente em suas habilidades crescentes. Foi uma grande realização para mim , para eles e seus familiares.

Fiz um curso de Leitura Facial. Em 2018 , um curso de Programação Neuro-Linguística. E a vida vem me ensinando que para dar aulas de piano é preciso reunir o desenvolvimento de várias habilidades para completar o músico e ainda orientá-lo sobre postura, exercícios de Pilates, alimentação e vida saudável.

Desculpem-me se pulei tantos outros momentos. Mas quem sabe faço crônicas futuras sobre cada um deles que ficou sem comentários aqui.

Quanto às fotos : vou fazer uma busca e coloca-las aos poucos por aqui.

Obrigada amigos por sugerirem esta matéria que resultou em 6 capítulos. Espero ter atendido às suas curiosidades e expectativas.

Vamos em frente ! 2020 nos espera com muitas novidades!

Feliz Natal a todos! Saúde, muita saúde mesmo, Paz no coração, aquela paz que preenche, acalma e dá a tranquilidade necessária para o ano vindouro!

PAZ E BEM A TODOS!

Suíça - Samedam

Universidade de Relações Internacionais em SamedamSuiça 2011

SamedamSuiça:

Suiça 2011

BAYREUTH – Fábrica de pianos Steingraber&Sohn – Piano de Beethoven.

Sala de Concertos subterrânea – Weimar – Alemanha 2009

Alemanha – teatro ao ar livre 2009

A casa de Goethe – Weimar – Alemanha . Eduardo Pires Simão visitando. 2009

Artigos Relacionados