Marketing Digital: aprenda a fazer sua empresa crescer através das redes sociais

É preciso mensurar as ações, conhecer clientes e planejar as próximas estratégias para o crescimento

Postado em: em Mais+

O Marketing Digital pode gerar muitos benefícios para as empresas, e um deles é o crescimento. Não há dúvidas de que investir nessa estratégia é essencial. Afinal, cada vez mais, os consumidores estão na internet – seja para buscar por informações, seja para ir atrás de um produto ou serviço que queiram.

Por isso, é preciso se adaptar aos pilares do empreendedorismo no mundo digital, pois ele propõe muitas mudanças, principalmente no que se refere à comunicação com sua audiência. O famoso marketing boca a boca ainda funciona, mas para entrar no jogo é preciso investir em as ações digitais personalizadas para seu negócio.

Mas como fazer isso? Como trabalhar essas estratégias para fazer sua empresa crescer?

O segredo é apostar na inteligência: ter um crescimento organizado, mensurando as ações, conhecendo os clientes e planejando as próximas estratégias para prosseguir na ascensão do negócio.

Crescimento previsível

Crescer de forma previsível significa conhecer como a máquina de crescimento funciona: saber onde e quando deverão ser feitos investimentos e qual a previsão de resultado e de crescimento para os próximos meses.

Uma visualização clássica da máquina de aquisição de clientes é o funil de vendas. Nele é possível entender, por exemplo, quais as metas de Leads, Leads qualificados e vendas a serem alcançadas; quais os pontos de melhoria do funil (atração de visitantes, melhoria no processo de vendas etc.); e quais os pontos de alavancagem dos resultados com ações táticas, como CRO (conversion rate optimization ou otimização da taxa de conversão), growth hacking e um novo processo de vendas.

Assim, pode-se priorizar iniciativas e fazer planos – “o que eu preciso investir agora para chegar ao crescimento que estou imaginando?”. Conhecer esse e outros pontos de alavancagem do negócio é essencial para alcançar um crescimento previsível.

Uma vez que, no Marketing Digital, quase tudo é mensurável, fica muito mais fácil traçar as previsões de crescimento da empresa. Por exemplo, é possível mensurar cada interação que um Lead teve com seu conteúdo e o site da sua empresa.

Assim, é possível saber com mais precisão o quão engajados estão seus Leads e, com isso, criar uma estimativa de vendas, compará-la à meta e, caso as ações não sejam suficientes para alcançar os resultados esperados, trabalhar para melhorá-las.

MAIS DICAS:

1 – Marketing digital não é só Facebook

Toda vez que se fala em marketing digital, a primeira ação de praticamente todas as empresas é abrir uma página no Facebook. Sim, a rede social é a maior e mais utilizada no Brasil e no mundo, mas abrir uma página nela não garante sucesso nem maior visibilidade da sua marca.

Para isso, é preciso entender quem é o seu público, se ele está no Facebook e se esse é o melhor lugar para que abordá-lo e falar sobre o seu negócio. Outro conselho valioso é partir para itens básicos e importantíssimos do marketing digital.

Um bom site, que seja encontrável no Google, um perfil no Google Meu Negócio, para que as pessoas achem o seu endereço, horário de funcionamento e outras informações importantes sobre sua empresa na primeira busca que fizerem, são os primeiros passos para colocar sua empresa em ambiente digital.

2 – Quantidade não quer dizer qualidade

Você costuma medir o sucesso ou fracasso de uma empresa pelo número de seguidores e likes que ela tem? Pare com isso agora!

Como você bem sabe, muitos likes e seguidores não significam exatamente mais vendas e dinheiro na conta. Por isso, na hora de ingressar na internet, é preciso ter bem claro em seu planejamento quem é o público que deseja atingir.

Isso porque, se você tiver milhares de seguidores e nenhum deles tiver o perfil desejado, eles não vão comprar seus produtos e mesmo sendo um sucesso nas redes sociais, sua empresa vai quebrar.

Para que isso não aconteça é preciso produzir conteúdo de interesse para fidelizar os atuais clientes e conquistar novos. Vale muito mais a pena ter apenas 10 seguidores que comprarão seus produtos do que mil que apenas darão likes e não comprarão nada.

3 – Whatsapp: uma ferramenta valiosa para fidelizar clientes

Nem todo mundo possui uma conta no Facebook, mas todo mundo que você conhece tem e usa diariamente o Whatsapp, não é? O aplicativo de mensagens comprado pela rede social já é a principal ferramenta de comunicação dos brasileiros que possuem smartphone.

O Whatsapp possibilita um processo de comunicação simples e direto com seus clientes, estreitando o relacionamento e, consequentemente, fidelizando-os.

Um bom exemplo de como utilizá-lo começa com uma gestão inteligente dos seus contatos. Sabendo quais os serviços e os produtos utilizados, é possível estabelecer um diálogo recorrente com eles.

Neste caso, podemos citar um bar. Se os donos do bar utilizarem o cadastro de seus clientes anotando, por exemplo, suas preferências de comida e bebida, podem entrar em contato com eles uma vez por semana, falando sobre novidades que são relevantes para ele.

Não se esqueça, informações relevantes para ele. Não seja mais um spammer!

Para isso é importante criar mensagens personalizadas, oferecendo vantagens e promoções baseadas no hábito de consumo do cliente. Se o cliente gosta de cerveja, uma mensagem semanal falando sobre os novos rótulos que chegaram na casa ou sobre as promoções pode aumentar suas vendas e trazer novas possibilidades de divulgação para o seu negócio.

4 – Planejamento: não dê um passo maior que a perna

Não é só porque todos estão falando sobre marketing digital que você vai investir todos os seus recursos de uma vez nele.

Após tomar sua decisão, é preciso elaborar um bom planejamento, que comece com investimentos pontuais e mais modestos, para só depois, com uma base fidelizada e uma linha de conteúdo bem definida, aumentar os investimentos e potencializar os resultados.

Após o mapeamento do público-alvo, é importante saber quais redes sociais ele usa e como as usa. Assim, você saberá o momento certo de abordá-lo com informações relevantes sobre seus produtos e serviços.

Outro ponto importante do planejamento para quem está começando é definir exatamente quanto tempo do seu trabalho será dedicado a divulgação de seu negócio na internet. Se você definir que, no começo, será uma hora por dia, torne isso uma rotina, use este tempo para estudar sua audiência e técnicas de abordagem, além de responder os comentários e gerar relacionamento nas redes sociais.

À medida que as ações começarem a dar resultado, aumente o tempo e a verba dedicada ao marketing digital. Outra vantagem de trabalhar online é que, quando as técnicas elaboradas não estiverem dando certo, é possível fazer mudanças de segmentação e estratégia rapidamente.

5 – Um bom atendimento sempre faz diferença

Algumas regras que sempre deram certo nos negócios físicos podem ser um ótimo caminho para o sucesso no marketing digital. Sabe aquele ótimo vendedor de balcão, que conquista seus clientes e os fideliza? Esta é uma tática que sempre será atual e, com a internet, pode ser amplificada.

Um atendimento online atencioso e personalizado te coloca à frente dos seus concorrentes. Facilitar o processo de venda para clientes em potencial, fornecendo orçamentos e preços via internet, por exemplo, é uma ótima solução para atrair novos clientes. É através desse relacionamento que vão surgir indicações e boas avaliações do seu negócio, que trarão novos clientes e aumentarão a divulgação de sua empresa.

Seguindo essas dicas básicas, você pode começar um planejamento de sucesso para o marketing digital de sua empresa. Lembre-se de conceitos valiosos que você aprendeu bem antes da internet, como a atenção aos clientes, não pensar em resultados imediatos e uma boa organização nos processos. Eles poderão levar sua empresa longe, dentro e fora da internet!


Artigos Relacionados