Jornal da Franca entra em seu 3º ano com ética e qualidade reafirmadas

Compromissos da ética são renovados: não há que se vender por interesses políticos ou financeiros

Postado em: - Atualizado em: em Cotidiano

​Lançado em 1º de novembro de 2015, o Jornal da Franca, publicação da Izzon Editorial Multimídia, completa hoje seu 2º aniversário com 732 edições diárias publicadas, ingressando em seu terceiro ano no ar com os compromissos fundamentais do jornalismo - ética e responsabilidade, baseados na qualidade - renovados com seus milhares de leitores/internautas diários.

Estes compromissos, que têm a ética como principal alicerce, norteiam as edições do JF desde 1º de novembro de 2015, sendo certo que os resultados projetados para um futuro bem mais à frente foram alcançados de forma surpreendente bem antes do previsto. 

É certo que, a exemplo de outras publicações, principalmente em tempo real e atualizadas 24 horas por dia, o Jornal da Franca não está isento de erros e nem pode se arvorar como dono da verdade absoluta. 

Pelo contrário. Por ter surgido em Franca para preencher um vácuo que surgiu com o passar dos anos, no que se refere a esta mesma ética, à isenção política e aos preceitos básicos da imprensa, que é o de ser a caixa de ressonância da sociedade é que o JF se corrige sempre que necessário, se auto-analisa e responde de forma rápida aos anseios da sociedade que deve sim, ser respeitada por suas opiniões próprias e manifestações que só contribuem com o processo democrático e este necessário acreditar de que a imprensa é um dos últimos refúgios de uma comunidade ameaçada e desrespeitada em sua inteligência mais comezinha. 

Um compromisso já feito e renovado em oportunidades anteriores é posto novamente aqui por nós do Jornal da Franca: não arredamos pé de nossas convicções éticas e nossos preceitos não são comerciáveis do ponto de vista político ou financeiro. 

Para se ter - e manter - a credibilidade junto a seus leitores, a imprensa escrita não pode atender às suas necessidades momentâneas, sejam elas políticas, comerciais ou financeiras. 

Um apoio político espúrio, um anúncio obtido sob pressão que beira à prostituição não podem, jamais, nortear um órgão de imprensa, pois a ele, valores como ética, credibilidade e decência, devem ser norte, caminho a ser seguido, mesmo que sobre pressão e tentativas constantes de subverter a verdade em nome de interesses que por nós, do Jornal da Franca, serão sempre rechaçados e condenados. 

Nossos compromissos são fundados em um trabalho árduo, que envolve tão poucos profissionais quanto recursos. É melhor assim. Todos os dias, o sentimento de dever cumprido é vitamina para o dia que recomeça logo depois. 

Estes compromissos foram e são firmados todos os dias, com 732 edições do Jornal da Franca, com 27.500 matérias publicadas (foram 27.832 produzidas, 332 descartadas) em dois anos desde 1º de novembro de 2015, quando um jornal sério e parceiro da sociedade francana nasceu e cresceu.

Obrigado pela confiança!


Artigos Relacionados