Índice do IPRS aponta avanços na Educação no Estado de São Paulo

Sistema foi criado em 2000 para avaliar a evolução social e econômica dos municípios paulistas

Postado em: em Desenvolvimento

A Fundação Seade e a Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo divulgaram recentemente a nona edição do Índice Paulista de Responsabilidade Social (IPRS), que há 17 anos vem dimensionando a evolução dos índices sociais e econômicos nos 645 municípios do Estado avaliados a cada dois anos.

Entre as dimensões medidas pelo índice, a área de Educação é que apresentou a maior progressão no período. Outras duas dimensões avaliadas, os índices de Riqueza e Longevidade, se mantiveram praticamente estáveis.

Foram dimensionados dados quantitativos quanto à situação da cobertura da Educação Infantil nos municípios e a taxa de distorção da idade dos estudantes no Ensino Médio, e avaliados dados qualitativos relativos ao progresso educacional dos alunos no quinto e nono ano do Ensino Fundamental.

De acordo com dados da Fundação Seade, os avanços apresentados na educação refletem em parte os esforços e a prioridade dada à Educação Básica pelo Governo do Estado, em programas como o Creche-Escola, e também às mudanças estruturais do setor, assim como a adoção de educação continuada nas escolas.

Os progressos também estão relacionados com o aumento da quantidade de crianças de 4 a 5 anos atendidas pela rede escolar nos municípios do Estado. Embora os índices sejam ligeiramente inferiores aos verificados em 2012, somente 6% dos municípios paulistas apresentam menos de 80% de cobertura escolar para essa faixa etária.


Artigos Relacionados