iFood dobra gorjetas de abril e repassa R$2.2 milhões a mais para entregadores

Com o repasse que será realizado em 8 de maio, a soma das gorjetas chegará a mais de R$ 4 milhões

Postado em: em Economia

Diante dos esforços e do suporte que os entregadores têm oferecido neste momento de pandemia, o iFood decidiu dobrar o valor das gorjetas repassadas entre 1 e 30 de abril. 

Neste mês, o montante de gorjetas repassadas aos entregadores via app do iFood ultrapassou R$ 2,2 milhões, uma alta de mais de 170%, quando comparado ao mês março. 

Outra novidade é que, a partir de segunda-feira (04/05), o iFood Delivery de Vantagens, programa de benefícios com descontos em diversos serviços e produtos aos entregadores e familiares, e que antes estava disponível apenas em São Paulo e Campinas, agora pode ser acessado por entregadores de todo o Brasil. 

Com isso, os mais de 170 mil entregadores parceiros terão acesso a todos benefícios até 30 de junho. As vantagens incluem descontos em serviços como por exemplo, óleo para moto e manutenção, seguro para moto, artigos eletrônicos e plano de vantagens em saúde.

"Em abril, a quantidade de gorjetas dadas aos entregadores cresceu 115% quando comparado a março. A solidariedade sempre foi uma característica muito forte dos brasileiros e os números só reforçam isso. Neste momento, a gorjeta também se transformou em um símbolo de reconhecimento e, por isso, também decidimos dobrar esse valor. Já a expansão do iFood Delivery de Vantagens visa levar benefícios a todos os entregadores do país", comenta o vice-presidente de Logística do iFood, Roberto Gandolfo.

Outras iniciativas 


Desde o início da epidemia no Brasil e das recomendações de isolamento social, o iFood tem anunciado uma série de iniciativas para combater os impactos da doença na cadeia de atuação da empresa (entregadores, consumidores e restaurantes).

"Até o momento, são mais de R$14 milhões destinados aos entregadores parceiros na forma de medidas de informação, prevenção, cuidados e benefícios. As ações incluem a criação de fundo de R$ 2 milhões para entregadores acometidos pela doença e do grupo de risco, distribuição de kits de higiene com álcool em gel, máscaras e materiais informativos até plano de serviço em saúde", explica o executivo. 


Artigos Relacionados