Humanização de partos é tema de palestras na rede pública municipal de saúde

Falta de ginecologistas nas UBSs tem comprometido saude da mulher na rede em Franca

Postado em: em Política

A vereadora Cristina Vitorino (PRB) segue com atividades voltadas ao incentivo do parto humanizado em Franca. São várias ações realizadas, como participação em palestras nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), como realizada na última semana, no Jardim Planalto.

Cristina tem acompanhado de perto do trabalho do Premaf, grupo que defende o parto humanizado em Franca. “O pessoal levanta a importância de se debater o tema, fazendo as palestras e oferecendo orientações a gestantes de todo o município, principalmente as pacientes que são usuárias do SUS”, disse a vereadora francana.

A origem do cronograma de palestras e orientações foi a Lei das Doulas, aprovada pela Câmara de Franca no ano passado e sancionada pelo Poder Executivo, de autoria de Cristina.

Em relação aos hospitais, a vereadora afirmou que está acompanhando a preparação das três maternidades da cidade para que elas possam começar a cumprir a legislação sobre o direito à presença das doulas na hora do parto para as gestantes em Franca.

“Tenho sentido muito boa vontade e esforço dos hospitais que mantêm maternidade em Franca, pois é uma lei que incentiva nada mais que o bem estar das gestantes, sem custos e com muitos benefícios para os hospitais em relação à humanização do parto”, disse a parlamentar.

Apesar de todos os esforços e da união de forças verificada, a saúde da mulher em Franca ainda tem que melhorar muito.  A começar pela ausência de ginecologistas na maioria das UBSs, o que compromete o acompanhamento à saúde básica das mulheres na cidade. Atendimentos a urgências com gestantes são feitos pela Santa Casa.


Artigos Relacionados