Estado de São Paulo autoriza a ampliação do acesso ao Porto de Santos

Conjunto de intervenções aumentará a capacidade de tráfego e oferecerá mais segurança aos usuários

Postado em: em Obras

O governador Geraldo Alckmin anunciou, nesta quarta-feira (4), a autorização para inclusão, no contrato de concessões da Ecovias, do início das intervenções viárias de ampliação do acesso ao Porto de Santos. Com a permissão, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) adotará as medidas necessárias e a concessionária começará a preparação para que as máquinas estejam em operação ainda em abril.

“Trata-se de uma intervenção histórica, pois o projeto engloba viadutos novos, eliminação de semáforos, marginais, macrodrenagem e acesso aos bairros, além das obras da prefeitura. A iniciativa terá um efeito extremamente relevante na chegada a Santos. As atividades já começam neste mês”, destaca Alckmin.

A chamada “Entrada de Santos” separará o fluxo de entrada e saída do Porto, composto predominantemente por caminhões, do tráfego que entra e sai da cidade, no qual prevalecem os veículos leves. As obras serão executadas pela concessionária Ecovias na Rodovia Anchieta (SP-150) e buscam melhorar a fluidez viária e a qualidade de vida na região.

Com investimento de R$ 260,7 milhões, valor proveniente da receita do pedágio, a previsão é que as obras sejam concluídas em 36 meses. As intervenções incluem reformulação dos acessos aos bairros lindeiros à SP-150 (Via Anchieta), zona industrial da Alemoa, área portuária e as cidades de Santos e São Vicente (Via Av. Nossa Senhora de Fátima) e contemplam as seguintes construções:

– Vias locais de acesso aos bairros Jd. Piratininga, Jd. São Manoel e São Jorge;
– Três viadutos, sendo: Viaduto Piratininga – Km 62, Viaduto Alemoa – km 64,5 e Viaduto Ariosto P. Guimarães (pista sul) – km 65;
– Ciclovia do km 60 ao km 65, ligando os bairros do Jardim Casqueiro e Vila dos Pescadores à malha cicloviária de Santos. A implantação da ciclovia atende o fluxo de ciclistas entre os bairros, distritos industriais e empresas permitindo acesso seguro na região;
– Duas passarelas no km 62,5 e km 64,3.

Estrutura

A implantação do viaduto na Avenida Nossa Senhora de Fátima, a cargo da prefeitura municipal de Santos, possibilitará a retirada do semáforo instalado na entrada da cidade. A medida levará à melhoria no acesso da Via Anchieta aos bairros do entorno e à zona portuária.

Também ficará a cargo da prefeitura de Santos a interligação da Marginal Sul da via Anchieta com a Rua Júlia Ferreira de Carvalho, via ponte sobre o Rio São Jorge. Já a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) será responsável por fazer a interligação da Via Anchieta à Avenida Perimetral da Margem Direita.

O conjunto dessas intervenções aumentará a capacidade de tráfego na região e oferecerá mais segurança e conforto aos usuários da rodovia. O pacote de obras atende às demandas de ampliação do Porto de Santos, conferindo maior fluidez e segurança para todos os usuários do Sistema Anchieta-Imigrantes.

As melhorias tornarão o acesso ao porto mais ágil, reduzindo custos operacionais, e potencializarão o crescimento econômico regional e nacional, já que se trata do maior porto do Brasil. Para os moradores da região, os congestionamentos serão reduzidos com a segregação do tráfego de cargas e de passageiros e, consequentemente, haverá diminuição do consumo de combustível e da emissão de poluentes.


Artigos Relacionados