DEIC fecha duas fábricas que falsificavam calçados de grifes em Franca

Produtos tinham como destino São Paulo, onde seriam distribuídos para lojistas da região central

Postado em: em Economia

Dando continuidade ao seu trabalho, o Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) fechou nesta semana em Franca, duas empresas que falsificavam calçados de grifes.

Os produtos contrafeitos tinham como destino a cidade de São Paulo, onde seriam distribuídos para lojistas da região central.

O flagrante aconteceu no bairro Nova Franca e na Avenida Dom Pedro I. 20 policiais civis lotados na 1ª Delegacia de Propriedade Imaterial do Estado de São Paulo, sob o comando do delegado Wagner Carrasco conduziram a operação nos estabelecimentos onde funcionavam as linhas de produção dos chinelos falsificados.

Segundo a Polícia Civil, os produtos eram vendidos no Brás e na 25 de março, em São Paulo. O delegado-titular do setor de Antipirataria, Wagner Carrasco, disse que as fábricas faziam milhares de pares de calçados semanalmente. Os produtos foram apreendidos e serão periciados nos próximos dias.

O escritório Daniel Advogados coordenou a operação conjuntamente com a equipe representando suas marcas.


Artigos Relacionados