Circunscrição Judiciária promove 1º Encontro de Escrivães em Ituverava

40ª Circunscrição Judiciária reúne cinco cidades: Guará, S. Joaquim, Ipuã, Miguelópolis e Ituverava

Postado em: em Justiça

 A 40ª Circunscrição Judiciária, que compreende as comarcas de Guará, Igarapava, Ipuã, Ituverava, Miguelópolis e São Joaquim da Barra, promoveu, no último dia 29 de junho, o 1º Encontro de Escrivães da região. O evento teve o objetivo de promover o aperfeiçoamento funcional e uma maior integração entre os servidores.

        A iniciativa, que ocorreu em Ituverava, comarca sede da Circunscrição, contou com a participação de 12 escrivães. Na oportunidade, foram abordados temas como liderança, trabalho em equipe e situações do cotidiano da atividade. No final do evento, os participantes receberam um certificado.

        O juiz diretor do fórum de Ituverava, Leonardo Breda, falou da satisfação em promover o encontro e sobre a importância da função. “Fico muito feliz em receber os escrivães da Circunscrição em nossa comarca para o aprimoramento funcional e troca de experiências. Considero o papel do escrivão um dos mais importantes no organograma estrutural, pois fazem a ligação entre a base (unidade judicial) e o topo (gabinete) sem desatender o meio (jurisdicionados e advogados), agindo sempre com sensibilidade e perspicácia”, disse o magistrado.

        Para o escrivão mais novo no grupo, Amires Vitoriano de Morais Júnior, foi uma oportunidade ímpar participar do evento. “Estou há sete meses no cargo. Para mim foi muito importante e produtivo ter contato com os colegas e trocar ideias e experiências sobre dificuldades e soluções. Só tenho a agradecer pela oportunidade de estar aqui”, afirmou o servidor.

        Já para o mais experiente dos escrivães, Firmo Zanini Neto, que ocupa o cargo há 35 anos, o encontro foi exitoso e deve ser replicado. “Interagimos todos com ideias, sugestões, dirimindo dúvidas e discutindo propostas de trabalho. Contribuiu para sermos unidos e fortes a fim de prestarmos um serviço público eficiente e transparente. Esse tipo de evento é um instrumento de aproximação e de conhecimento e melhora substancialmente a qualidade do Judiciário Paulista", enfatizou.


Artigos Relacionados