Câmara intervém para que escolas do Estado não fechem em Franca

Unidades, ao invés de fechar, poderão estender as aulas para o período integral

Postado em: em Política

A Câmara Municipal de Franca aprovou, na semana passada, um requerimento solicitando que seja oficiado o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e a Secretaria Estadual de Educação, questionando o eventual fechamento de escolas na cidade.

Além de questionar sobre o eventual fechamento, o requerimento apresenta como opção, no caso do plano de fechamento realmente existir, que as unidades escolares estaduais não fiquem inativas, mas que possam ser convertidas em escolas em tempo integral. 

Se o requerimento terá efeito prático, não se sabe mas ele foi assinado e aprovado em plenário pelos demais vereadores. O fechamento de algumas escolas se daria por falta de alunos em determinados períodos.

O documento afirma que, diante da suposta intenção do governo do Estado em reorganizar os ciclos de ensino e, com isso, fechar algumas escolas que têm poucos alunos e períodos ociosos, uma saída seria implantar escolas em tempo integral. 

O requerimento explica ainda que as escolas em tempo integral exercem importante papel no desenvolvimento da educação estadual nos municípios e vêm sendo de grande importância para o desenvolvimento da educação no Estado.


Artigos Relacionados