Ronaldo Santos é reeleito presidente da Associação dos Supermercados

Na área política, o presidente tem se destacado por abrir canais de diálogo com todas as esferas do governo

Postado em: em Cotidiano

Ronaldo dos Santos foi reeleito presidente da APAS - entidade tem forte representatividade em Franca e cidades da região

​A política dos supermercadistas tem ganhado notoriedade nesse período de pandemia. 

Franca possui mais de 50 supermercados, além de mini-box, mercearias e varejões que têm sido destaque na contratação de pessoas e abastecimento de centenas de famílias.

Alguns desses estabelecimentos, como a rede Savegnago, Tiãozinho, Serv Pag Pereira integram a APAS – Associação Paulista de Supermercados, que nessa semana elegeu sua nova diretoria.

Ronaldo dos Santos teve sua reeleição confirmada, na quinta-feira (30), para dirigir a Associação Paulista de Supermercados (APAS) pelos próximos dois anos. 

O pleito teve chapa única, o que reflete a unidade de pensamento dos mais de 1500 empresários associados, que juntos empregam cerca de 550 mil pessoas no Estado de São Paulo.

Para Ronaldo, a reeleição demonstra a confiança de toda a cadeia de abastecimento em torno de como a APAS, desde as gestões anteriores, tem lidado com problemas emblemáticos. 

“Um exemplo é a forma de como nós atuamos frente à greve dos caminhoneiros em 2018, aonde, mesmo diante de todas as dificuldades, o setor garantiu o ininterrupto abastecimento da população”, lembra o empresário de 56 anos.

Na área política, Ronaldo dos Santos tem se destacado por abrir canais permanentes de diálogo com todas as esferas do governo.

A APAS tem apresentado soluções e projetos de parceria para muitos governos, pois faz parte da nossa estratégia garantir a livre concorrência, gerar empregos e transformar para melhor o Estado de São Paulo, os seus 645 municípios e, consequentemente, o Brasil como um todo”, explicou.

A chapa eleita para o próximo biênio tem nomes como o dos empresários Pedro Lopes, primeiro vice-presidente da Diretoria Executiva, e Orlando Morando, primeiro vice-presidente do Conselho de Administração.

Todos os membros da Diretoria-Executiva e do Conselho de Administração da APAS, inclusive nas oito Diretorias Regionais e Distritais, que serão indicados nos próximos dias pelo próprio presidente reeleito, exercem trabalho não-remunerado na entidade.


Artigos Relacionados