Após vários anos, Prefeitura de Restinga tem contas de 2017 aprovadas pelo TCE

Para o relator do TCE, houve um esforço do atual prefeito em recuperar as contas e o equilíbrio fiscal

Postado em: em Cidades

Na sessão realizada na tarde da última terça-feira, 23 de abril, o TCE (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo) analisou e aprovou as contas da Prefeitura de Restinga referentes ao ano de 2017.

Foi a primeira vez em muitos anos que a administração municipal não teve as contas rejeitadas. Responsável pela fiscalização, o diretor-técnico da unidade regional do TCE em Ituverava, João Gilberto Rey, encaminhou relatório ao órgão opinando pela aprovação. “Os principais indicadores de gestão municipal estão em boa ordem. Destaco o grande esforço do ordenador que assumiu uma Prefeitura em situação geral caótica, com gestão anterior numa sequência de pareceres desfavoráveis desta Corte, demonstrando a preocupação do atual prefeito com a gestão fiscal responsável”, escreveu ele.

Durante o julgamento na sede do TCE, em São Paulo, o relator Sidnei Beraldo também lembrou que o atual prefeito Amarildo Nascimento assumiu a Prefeitura com muitas dificuldades financeiras, em função do déficit e do comprometimento da folha de pagamento, que atingia 60% da arrecadação, mas que adotou as medidas necessárias, como redução da dívida e redução da taxa de despesa de pessoal. Por isto, votou favorável. “As contas encontram-se em condições de receber a aprovação desta Corte. Ficou claro que houve um esforço muito grande do atual prefeito em recuperar as contas e o equilíbrio fiscal do município”.


Artigos Relacionados