Alimentos orgânicos são opção de vida saudável; saiba porque consumi-los

Ambientalmente corretos, além de serem mais nutritivos, podem prevenir inclusive doenças

Postado em: em Mais+

Os alimentos orgânicos estão se tornando cada vez mais populares devido aos seus benefícios para a saúde e para o meio ambiente. Orgânicos são os alimentos cultivados na ausência de quaisquer insumos químicos, respeitando o meio ambiente e as relações sociais.

Dados do Instituto Biodinâmico (IBD), uma das instituições que certificam esses alimentos no Brasil, mostram que o mercado brasileiro desses alimentos teve taxas de crescimento de 30% a 50% ao ano e já possui a segunda maior área de agricultura orgânica do mundo.

Como a produção orgânica objetiva a realização de processos produtivos em equilíbrio com o ambiente, no cultivo estão proibidos agrotóxicos sintéticos, adubos químicos e sementes transgênicas. Os animais são criados sem uso de hormônios de crescimento, anabolizantes ou antibióticos, e de rações comerciais.

Para assegurar uma qualidade de vida maior para cada indivíduo, foram criadas normas de certificação muito rígidas. A produção deve obedecer a princípios rigorosos de manejo do solo, dos animais, da água e das plantas, buscando promover a preservação de recursos naturais.

De acordo com o especialista em Agricultura Orgânica Thiago Tadeu Campos, muitas pessoas não sabem distinguir os alimentos convencionais (não orgânicos) dos orgânicos e desconhecem as vantagens de se aderir uma alimentação livre de produtos químicos.

Mas afinal, o que são os alimentos orgânicos?

O alimento orgânico é produto final da agricultura orgânica, uma maneira de produção que evita o uso de fertilizantes artificiais e pesticidas. Diferentemente da produção de alimentos derivados de OGM (Organismos Geneticamente Modificados), os famosos alimentos transgênicos, que são geneticamente modificados com o intuito de melhorar a qualidade do produto e a resistência às pragas locais, o sistema de agricultura orgânica visa promover uma produção social e economicamente sustentável, recorrendo ao uso de adubo orgânico, sistemas de rotação dos terrenos e o controle das pragas naturais sem o uso de pesticidas.

Os alimentos orgânicos, atualmente, não se restringem às frutas e vegetais comprados em feiras específicas. É possível encontrar diversos tipos desses alimentos para complementar sua dieta, desde produtos de consumo diário como arroz, feijão, ovos e frango, até alimentos como o vinho, o mel e até mesmo o cacau orgânico ou chocolate orgânico.

alimentos-organicos-1200x800


Quais são os benefícios dos alimentos orgânicos?

Existe uma consciencialização popular que leva a sociedade a acreditar que uma alimentação de base orgânica é mais saudável que a convencional, isto acontece devido aos fundamentos científicos que comprovam esses benefícios. Vejamos abaixo quais são as principais vantagens de inserir um alimento orgânico em sua dieta:

1. Ambientalmente corretos

Em um alimento orgânico não é aplicado nenhum elemento químico potencialmente prejudicial ao solo, ar ou água. A intervenção química é evitada ao máximo, mantendo o ambiente livre de toxinas.

Os compradores têm deixado de consumir alimentos convencionais devido aos malefícios causados por seu consumo em longo prazo. Devido ao extenso uso de componentes químicos em sua produção, o alimento absorve tais substâncias.

 A substituição por alimentos orgânicos tem sido uma alternativa viável para aqueles que buscam uma alimentação saudável. Além disso, ao preferir o consumo de alimentos orgânicos, você não está apenas contribuindo para seu próprio bem-estar, mas também está agindo de forma sustentável em relação ao meio ambiente.

2. Mais nutritivos

Buscando prevenir determinadas doenças, são introduzidos antioxidantes na composição dos alimentos, uma vez que eles combatem os efeitos dos radicais livres no corpo. Já os alimentos orgânicos conservam naturalmente essas propriedades, preservando seu valor nutritivo.

3. Economicamente viáveis

Apesar dos custos associados a uma alimentação orgânica serem ligeiramente superiores, ainda assim continuam viáveis. Principalmente pelos seus benefícios nutricionais e efeitos positivos na prevenção de doenças em longo prazo. É um baixo investimento quando ponderadas as consequências para a saúde, condição física e bem-estar.

4. Socialmente justos

Os alimentos orgânicos, atualmente, estão disponíveis em diversos locais, desde grandes redes de supermercados até pequenos comércios. Outra vantagem do alimento orgânico é que, considerando as devidas precauções, qualquer pessoa pode optar por cultivar em seu próprio quintal esses alimentos, beneficiando sua família e mantendo um contato próximo à natureza.

Farmers' food market stall with variety of organic vegetable.


Isso demonstra que os orgânicos são socialmente justos, podendo ser consumidos e cultivados por qualquer pessoa, independentemente de sua condição social. Então, por que os alimentos orgânicos são mais caros?

Infelizmente, os alimentos orgânicos são mais caros que os alimentos convencionais por alguns motivos que em breve deixarão de existir, uma vez que tais produtos já começaram a ser produzidos em larga escala.

Os custos da produção de produtos orgânicos ainda são mais altos devido à dificuldade em recorrer aos sistemas de produção industrial e a falta de investimentos em tecnologias que realizem o trabalho sem prejudicar a organicidade do alimento.

Porém, com a maneira com que a agricultura orgânica vem se estabelecendo no Brasil e no mundo, todas as inovações tecnológicas e planejamentos para produção em larga escala, os custos de produção, processamento, distribuição e marketing devem reduzir gradativamente ao longo dos próximos anos, popularizando ainda mais a produção de orgânicos e, consequentemente, beneficiando o consumidor, que poderá usufruir de tais nutrientes em seu dia a dia.

Uma alternativa simples para driblar o custo elevado do alimento orgânico é produzir o seu próprio plantio, seja em seu apartamento, casa, fazenda, sítio ou onde preferir.

Isso é muito mais simples do que as pessoas imaginam e você pode produzir somente o que mais lhe interessar ou os produtos que são mais simples e que exigem menos atenção.


Artigos Relacionados